Blog

Como Abrir Uma Conta No Brasil Morando No Exterior

03 Jun 2021 - Categoria: Blog /
enviar dinheiro ao Brasil

Se você gostaria de abrir uma conta corrente no Brasil e mora no exterior, chegou ao artigo certo para tirar todas as suas dúvidas.

Embora existam milhões de brasileiros no exterior, vai notar que pouquíssimos têm uma conta no Brasil de forma legal, e a maioria dessas contas (ilegais) podem ser canceladas pelos bancos a qualquer momento. Existe uma deficiência muito grande de conhecimento sobre esse assunto, inclusive na internet, mas esse guia vem para acabar com isso.

Vamos te apresentar neste artigo todas as suas possibilidades, as dificuldades que irá enfrentar em cada uma delas, os melhores bancos para procurar e soluções interessantes que podem te ajudar.

Resumo

É Permitido Abrir Uma Conta No Brasil Morando No Exterior?

Sim, é permitido. E basicamente existem 2 formas legais de fazer isso:

  • Mantendo seu status de residente brasileiro
  • Abrindo uma conta para não residentes (conta para domiciliados no exterior - CDE)

A verdade é que uma vez que você perde seu status de residente brasileiro, seja porque fez a declaração de saída definitiva do país ou porque está fora do país sem retornar a mais de um ano, você já não pode mais ter uma conta corrente típica.

Como não residente, a única conta que você pode ter é a CDE (conta para domiciliados no exterior), a mesma que está disponível para qualquer um que não more no Brasil, independente de sua nacionalidade.

Isso acontece porque domiciliados no exterior não estão sujeitos a tributação da mesma forma que os residentes do Brasil, então a receita exige outro nível de controle para essas contas, peso esse que recai nas costas do banco.

Além disso, todo o dinheiro enviado para CDEs é visto pela receita como dinheiro saindo do Brasil.

Como consequência, contas especiais para não residentes dão muito mais trabalho para os bancos, porque diversas informações devem ser passadas ao banco central com frequência. Esse trabalho extra, é claro, é convertido em custo para o portador da conta.

Se você tem, ou conhece alguém que tem, uma conta-corrente típica no Brasil e não é residente, saiba que isso não é legal, e se o banco descobrir encerrará a conta unilateralmente.

Isso posto, podemos observar que as 2 formas possíveis de abrir uma conta no Brasil morando no exterior oferecem obstáculos. Vamos avaliar cada uma delas.

Como Abrir Uma Conta No Brasil Morando No Exterior: Se Mantendo Residente

Essa opção exige que você venha ao Brasil pelo menos uma vez a cada 12 meses e te mantém sujeito a ter que pagar imposto de renda mesmo sob seus rendimentos no exterior.

Embora essa opção seja bem ruim para aqueles que são considerados residentes em seu país de destino e têm que pagar impostos lá também, ela não é absurda de se considerar caso você pretenda passar pouco tempo fora, como num intercâmbio prolongado de 2 anos, por exemplo.

Se você tiver status de residente no Brasil, o processo para abrir uma conta-corrente no país é idêntico àquele pelo que passam os que moram aqui. Exceto que, como você não poderá ir a uma agência, escolher um banco digital pode ser a única opção viável.

Como Abrir Conta Corrente Online

O primeiro passo para abrir a sua conta-corrente online é escolher o banco que melhor te atende. Procure saber quais instituições disponibilizam essa opção.

Veja abaixo alguns bancos que oferecem conta-corrente digital e gratuita:

  • Banco Inter
  • Agibank
  • Nubank (NuConta)
  • Modalmais
  • Banco Next
  • Banco Neon
  • Superdigital
  • Sofisa Direto
  • Pag!
  • PagBank, do PagSeguro
  • C6 Bank
  • Banco Bonsucesso – BS2

Escolhido o banco. Basta baixar o aplicativo da instituição de sua escolha e fornecer os documentos solicitados, geralmente CPF, documento de identificação original com foto e comprovante de endereço.

Os serviços oferecidos são os mesmos de uma conta tradicional, você pode realizar transferências, pagamentos e muito mais.

Como Abrir Uma Conta Corrente No Brasil Morando No Exterior: Abrindo uma CDE

Como vimos, as CDEs (contas de domiciliados no exterior) saem caras para os bancos. Por isso mesmo, o primeiro obstáculo para abrir uma é encontrar bancos interessados em oferecer esse tipo de conta.

A política de cada banco quanto a isso está sempre variando, mas no momento da escrita desse artigo 3 dos maiores bancos do Brasil, Caixa, BB e Bradesco, sequer abrem contas para domiciliados no exterior.

O processo para abrir uma conta nos bancos que oferecem esse serviço também não é padronizado. É necessário entrar em contato e avaliar as taxas que costumam praticamente inviabilizar o negócio.

Esteja preparado para encarar taxas de manutenção que podem chegar a até mil reais por mês, e uma taxa de abertura de conta do mesmo naipe.

Os preços não são claramente tabelados, porque variam bastante conforme o seu relacionamento com o banco.

É normalmente possível ser isentado das tarifas investindo cerca de 500 mil reais em papéis emitidos pelo banco.

Na maioria dos casos, ainda é preciso lidar com uma taxa de abertura de conta de 1000 reais, e uma taxa de movimentação para valores iguais ou acima de dez mil reais alta.

Esses valores inviabilizam o negócio para muitas pessoas. Mais adiante falaremos em detalhes sobre as opções de banco e as tarifas cobradas por cada um deles para te ajudar a encontrar a melhor opção para o seu caso.

De posse dessas informações, avalie se abrir uma conta no Brasil morando no exterior realmente é essencial para você e se vale o preço. Dependendo dos seus objetivos, pode ser que soluções alternativas sejam muito mais vantajosas. Falaremos sobre isso mais a frente.

Requisitos e Documentos Para Abrir Uma CDE

A maior parte dos requisitos extras dessa conta são de responsabilidade do banco. Abaixo listamos os documentos que você irá precisar ter prontos para iniciar o processo.

  • Documento de identidade brasileiro oficial com foto
  • Visto permanente no exterior, ou documento equivalente
  • CPF em situação regular
  • NIF (número de identificação fiscal, equivalente ao CPF no exterior)
  • Certidão de Regularidade Fiscal, para comprovar que não há pendências fiscais com a Receita Federal (RFB) e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN)
  • Comprovante de residência no exterior
  • Comprovante de renda
  • Cópia da Declaração de Saída Definitiva do País (DSDP)
  • Alguns bancos podem pedir mais ou menos documentos, o processo está completamente sujeito as políticas de cada um deles

Vai seguir em frente e abrir uma CDE?

Recomendamos então que negocie com vários bancos e tente conseguir as melhores taxas possíveis.

Se sua intenção ao abrir uma conta no Brasil for a de poder transferir dinheiro para o país com menos taxas, ou a de poder pagar pessoas e empresas de lá, temos uma solução mais vantajosa pronta para você ao final deste artigo.

Quais São As Opções De Banco?

Não é fácil encontrar uma instituição que trabalhe com conta para domiciliados no exterior. Veja quais bancos oferecem este tipo de serviço ou são uma opção para quem está fora do país.

Banco Rendimento

O banco rendimento geralmente é o primeiro a ser falado quando o assunto é abrir uma conta no Brasil morando no exterior. O seu serviço é 100% online e a conta é aberta em até 48 horas. Além disso, não é preciso procurador.

É a opção mais barata, seus panos variam de R$ 95 e 500 por mês.

Bradesco

O Bradesco não trabalha mais com abertura de CDE, porém, oferece a opção da conta internacional para brasileiros que estão temporariamente no exterior. Os depósitos, nesses casos, estão limitados a R $10.000.

BTG Pactual

O BTG Pactual afirma cobrar em torno de R $1.000,00 de taxa de manutenção mensal, e ainda exige aplicação de pelo menos R $1.000.000,00 em investimentos financeiros para criação de uma CDE. Isso torna a oferta inviável para a maioria das pessoas.

Itaú

O Itaú atende apenas no segmento Personalité, e também tem um altíssimo custo de manutenção, R $1.000,00 por mês, além de outras tarifas para contas de brasileiros residentes no exterior.

Santander

O Santander, embora cobre os valores normais de sua tabela de operações, acrescenta também uma alta taxa de abertura para a CDE, R$ 1.000,00, e uma taxa de movimentação de valores iguais ou acima de R$ 10.000,00 no valor de R$ 800,00, salgadinha também, não é mesmo?

Banco Modal

Mais uma opção cara para quem quer abrir uma conta no Brasil morando no exterior, sua taxa de manutenção mensal varia entre R$ 1.000,00 e R$ 1.500,00, com um investimento mínimo de R$ 500.000,00.

Banco Bonsucesso

No caso do Banco Bonsucesso, não há taxa de manutenção. Contudo, o investimento mínimo para abertura de uma CDE também é de R$ 500.000,00.

Banco Paulista

O Banco Paulista oferece a opção de CDE somente para investidores no mercado financeiro e de capitais. É cobrada uma taxa de representação e custo de R$ 5.000,00 por mês.

Qual O Melhor Banco Para Abrir Conta No Brasil Morando No Exterior?

Sem dúvidas, o Banco Rendimento é a melhor opção para quem deseja abrir uma CDE. Além de taxas mais acessíveis, o processo pode ser realizado de forma online e sem procurador, o que facilita muito a vida de todos.

E tem mais, não existe limite para movimentações, a não ser que ela exceda o valor de R$ 100.000,00 (por movimentação). Nesse caso, por regulamentação do Banco Central do Brasil, torna-se necessário o envio de documentação que comprove a natureza desta transação e a origem dos recursos.

Para abrir a sua conta do Banco Rendimento você irá precisar dos seguintes documentos:

  • Cópia simples RG, ou CNH ou passaporte;
  • Comprovante de residência (emitido há menos de 3 meses). O comprovante de residência precisa ter sido emitido no seu atual país de residência.
  • Declaração ou Comunicação de saída definitiva;
  • Declaração de imposto de renda no país de residência atual ou 3 últimos holerites ou outros documentos que comprovem a renda declarada;
  • Número do NIF (número de identificação fiscal).

Transferências Internacionais Online: Baratas e Rápidas

Essa é a melhor solução para aqueles que precisam com frequência mandar e receber dinheiro para o Brasil. Enviar o dinheiro diretamente para a conta da pessoa ou empresa que você precisa pagar não poderia ser mais fácil.

Através da Small World, você consegue em poucos passos cadastrar um beneficiário e enviar dinheiro com as menores taxas do mercado, tudo sem sair de casa!O dinheiro fica disponível dentro de 1 dia útil.

Essa é a melhor opção para você que precisa movimentar dinheiro no país, mas não tem uma conta ativa. É também a melhor opção para você que precisa mandar dinheiro para sua conta ativa no Brasil.

Usamos cookies e outras ferramentas de análise que nos ajudam a entender como você usa nossa página e com isso criar uma experiência mais adaptada para nossos usuários. Ao selecionar "Aceitar", você esta de acordo com o uso de cookies. Mais informação.