Blog

PIX: O Que é e Como Funciona Essa Nova Modalidade?

04 Ago 2022 - Categoria: Blog /
pix banco

Atraso nos pagamentos, taxas chatas para transferir dinheiro e confusões na conta…Isso tudo não faz mais parte da rotina dos brasileiros após o lançamento do Pix em 2020. Mas ainda hoje, muitos brasileiros fazem a pergunta: o que é o PIX e como funciona?

Para acabar com o mistério, reunimos aqui tudo o que você precisa saber sobre esse tipo de pagamento, desde como é que se faz um Pix até mesmo lhe explicar quem foi que inventou o Pix no Brasil. Confira agora!

Resumo

O que é a modalidade PIX para pagamentos

Lançado de forma oficial no dia 5 de outubro de 2020 pelo Banco Central do Brasil, o Pix entrou em vigor de forma integral no dia 16 de novembro do mesmo ano e desde então revolucionou a forma como os brasileiros realizam pagamentos.

Ao optar por usar o pix baixar, você terá então um meio de transferência eletrônica que pode ser realizado de forma gratuita e instantânea entre duas partes, permitindo que você envie ou receba dinheiro em questão de segundos.

Como funciona o Pix na prática?

Disponível 24 horas por dia durante os sete dias da semana, o Pix pode ser encontrado em instituições financeiras, instituições de pagamento e fintechs (os famosos bancos digitais). Ou seja, é possível encontrar o Pix da Caixa Econômica, Pix Nubank, Pix Banco do Brasil e o Pix Santander, por exemplo, pois cada banco possui esse método de transferência.

Para saber como enviar dinheiro pelo pix, basta acessar o aplicativo do seu banco e realizar o processo escolhendo esse método de pagamento. Mas embora seja fácil entender como o mesmo funciona, é necessário conhecer algumas regras básicas para começar a usar o Pix como sua nova forma de transferência de dinheiro sem preocupações.

Para começar a usá-lo, o primeiro passo que deve ser feito é cadastrar uma chave de transação (também chamada de chave Pix). Para isso, você poderá usar o seu endereço de email, telefone celular, CPF, CNPJ ou uma sequência alfanumérica gerada aleatoriamente em cada transação.

Cabe ao próprio usuário escolher qual tipo de chave deseja usar, podendo alterar entre diferentes tipos caso possua mais de uma conta bancária. O que não pode ocorrer é cadastrar o mesmo tipo de chave em diferentes bancos como, por exemplo, tentar usar um único email em duas contas bancárias diferentes.

Por esse motivo, as chaves cadastradas se tornaram uma grande disputa dentro do mercado financeiro. É possível até mesmo encontrar instituições financeiras que oferecem descontos na conta ou em cartões de crédito caso o cliente cadastre um tipo específico de chave com eles.

Depois de escolher qual será a sua chave de transação, você já estará apto a realizar transferências bancárias em instantes. Basta apenas ter o valor da transferência em sua conta, a chave Pix de quem você deseja enviar dinheiro e pronto!

Uma breve história do Pix

De acordo com o Banco Central, o nome Pix é único, não vindo de uma sigla e sim a um termo que remete a conceitos da área de tecnologia, como o pixel. Portanto, a principal ideia por trás desse método de pagamento é ser tão rápido e simples quanto conversar em redes sociais.

De acordo com Roberto Campos Neto, o atual presidente do Banco Central, o Pix é considerado o projeto mais importante lançado pela instituição naquele ano e promete baratear as transferências de dinheiro no país.

As principais características do Pix

Assim como todo método de pagamento, o Pix também possui suas características próprias que o diferencia dos outros métodos disponíveis. Como explicado acima, ele está disponível 24 horas por dia, 7 dias da semana e os 365 dias do ano. Porém, a sua principal diferença está em sua rapidez em transferir dinheiro, que pode ser recebido de forma instantânea e totalmente livre de taxas.

Por isso, em pouco tempo o Pix logo se tornou a forma de pagamento preferida dos brasileiros e é aceito em praticamente todos os estabelecimentos. Enquanto isso, a sua rapidez permitiu realizar compras de forma fácil, segura e sem precisar esperar dias para a confirmação do pagamento.

E, além da chave de transação, também é possível pagar com o Pix ao ler um QR code fornecido pelo estabelecimento, sem haver a necessidade de escrever manualmente a mão.

O limite para pagamento com Pix

Outra pergunta muito comum sobre esse tipo de pagamento é qual é o limite de um Pix?. Se esse também for o seu caso, pode ficar tranquilo pois iremos lhe explicar em detalhes agora mesmo!

Assim como quase todos os métodos de pagamento, o Pix também possui um limite máximo para transferências que os brasileiros podem fazer a cada dia. Mas esse nem sempre foi o caso, isso porque a tecnologia foi lançada originalmente sem nenhum limite de valor ou de quantidade de transação. Porém, frente aos golpes que estavam ocorrendo, o Banco Central determinou uma regra para limitar as transferências via Pix.

Depois dessa alteração, agora os brasileiros podem realizar quantas transferências quiserem na parte do dia, desde que as mesmas não ultrapassem o valor limite de um TED ou do limite do seu cartão de crédito. Já entre as 20h até às 06h, há um limite no valor de até mil reais por transação.

Entretanto, esse limite pode ser facilmente configurado junto ao seu banco, para que o cliente possa transferir quantias maiores de dinheiro com o Pix sem precisar seguir essas regras.

É seguro usar o PIX como forma de pagamento?

Se usado da forma correta, o Pix não apresenta nenhum risco à sua conta bancária e você pode usá-lo sem medo algum. Porém, é preciso ficar de olho aberto a alguns golpes em volta dele que ocorrem com frequência, como é o caso do Bug do Pix (onde o criminoso irá divulgar uma notícia falsa sobre um possível erro que poderá fazer com que você ganhe dinheiro) e o do WhatsApp clonado (onde o criminoso clona seu número de celular e pede dinheiro aos seus contatos em seu nome).

Entretanto, esses golpes não são causados por utilizar o Pix como pagamento e sim por um descuido (ou simplesmente azar em alguns casos) do próprio usuário. E você então poderá usar o seu sem nenhum medo, desde que siga alguns cuidados básicos para evitar cair em fraudes.

Envie dinheiro entre países com a Small World tão rápido quanto o Pix

Embora o Pix seja uma forma de pagamento confiável e rápida, ele ainda não pode ser utilizado entre contas bancárias de países diferentes, visto que é uma tecnologia brasileira. Mas ainda sim há um método simples para enviar dinheiro ao exterior sem dor de cabeça.

Para isso, você pode contar com a Small World e ter acesso a transferência internacionais com as melhores taxas de câmbio do mercado. E, claro, tudo de forma prática e 100% segura. Então não perca mais tempo e realize uma simulação conosco para receber taxa 0% em sua primeira transferência!

Cookies

Usamos cookies e outras ferramentas de análise que nos ajudam a entender como você usa nossa página e com isso criar uma experiência mais adaptada para nossos usuários. Ao selecionar "Aceitar", você esta de acordo com o uso de cookies. Mais informação