Blog

Comprar e vender coisas de segunda mão

11 Dez 2019 - Categoria:
coisas de segunda mão

O mercado de compra e venda de itens de segunda mão está crescendo cada vez mais. Não é apenas uma maneira excepcional de conseguir o que queremos a um preço mais barato. Também contribuímos para criar um mundo mais sustentável, reciclando algumas coisas de segunda mão que, se não fossem reutilizadas, provavelmente acabariam em aterros sanitários.

Os novos aplicativos e páginas especializadas no mercado de segunda mão contribuíram para popularizar a aquisição desses produtos. Onde alguns veem lixo, outros vêem grandes oportunidades. Graças à tecnologia, essa troca ocorre com mais facilidade. Hoje, queremos falar sobre diferentes aspectos sobre o mercado de coisas usadas, desde as plataformas onde você pode comprar esses produtos até as dicas que você deve levar em consideração, como comprador e vendedor.

As melhores plataformas onde comprar e vender coisas de segunda mão

A maneira de aprender a andar é andando. Portanto, nossa primeira recomendação é dar uma olhada nas páginas principais dedicadas a esses tipos de transações. Começar como comprador pode ser o mais sensato. Depois de comprar alguns itens, você saberá como vender coisas melhores em segunda mão das quais deseja se livrar.

Possivelmente uma das página mais famosa de moda de segunda mão é Enjoei. Essa plataforma é relativamente recente, mas seu design e funcionalidades tornam mais simples o uso. No enjoei você tem a possibilidade de vender acessórios, roupas e calçados usados, entre outros objetos de marcas conhecidas. Vale mencionar que a plataforma cobra uma taxa de 20% sobre o valor da venda e 2,15 reais por anúncio, onde, qualquer uma das duas taxas serão contabilizadas apenas sobre transações concluídas. O vendedor decide se fará a entrega do produto em mãos ou por correio.

Embora não seja exclusivamente uma página de venda de objetos em segunda mão, o portal OLX também se tornou uma plataforma indispensável que reúne anúncios gratuitos de diversas categorias de produtos usados, como móveis, acessórios para bebês e eletrônicos Também podemos filtrar geograficamente.

Seu uso é menos intuitivo, mas o grande número de objetos e serviços que podemos encontrar fazem dele uma opção indispensável pra quem quer comprar ou se desfazer.

Se seu interesse é em produtos de tecnologia, recomendamos que você dê uma olhada na página Trocafone. Ali, encontramos produtos de todos os tipos totalmente recondicionados a preços muito mais competitivos do que se tivéssemos comprado novos.

Existem outras plataformas nas quais você pode encontrar produtos em segunda mão. Mas se o seu interesse é focado em itens colecionáveis, nossa última recomendação é eBay.

Dicas na hora de comprar objetos de segunda mão

Como dissemos no início, pode ser mais fácil entrar nesse mundo como comprador para detectar quais são as coisas que as pessoas valorizam quando compram algo em segunda mão.

É muito importante que você compare as diferentes opções disponíveis para o produto que deseja comprar. Veja os anúncios com mais fotos (que não são muito retocadas) e as avaliações que eles fizeram desse vendedor no passado. Não há 100% de garantia, mas ter boas referências é tranquilizador.

Muitas pessoas têm medo de comprar produtos em segunda mão porque pensam que não têm os mesmos direitos como se comprássemos algo em uma loja. No entanto, isso não é verdade. Para reivindicar, é essencial ter algum tipo de recibo que demonstre a aquisição desse produto. Além disso, se durante os seis meses seguintes surgir qualquer problema ou defeito com o produto, você tem o direito de reivindicar com o vendedor.

Dicas ao vender objetos em segunda mão

Se você estiver do outro lado da mesa, a melhor coisa que você pode fazer ao vender um produto é pensar no que te agradou como comprador para transmitir na hora de criar o seu anúncio. Fotos com qualidade de produto (sem retoques para ocultar danos) para mostrar todos os seus ângulos é uma boa maneira de começar. Se houver algum dano, é melhor ser transparente. Não adianta ocultá-lo, pois, mais cedo ou mais tarde, o comprador o verá. Uma maneira de impedir que isso acabe com a venda é estar aberto para negociar o preço. Acima de tudo, se é algo que você não usa mais e tudo o que faz é ocupar espaço.

Você deve ser criativo no texto do anúncio para torná-lo atraente para o usuário e para o mecanismo de pesquisa da plataforma. O uso de sinônimos é essencial para tentar abranger mais opções, melhor. Por exemplo, se você deseja vender uma mesa de trabalho, inclua outras palavras no anúncio, como escrivaninha, mesa de escritório, para ter mais chances de aparecer nos resultados de seus potenciais compradores.

Se você deseja aumentar a visibilidade do seu anúncio, sempre pode investir dinheiro em publicidade. Logicamente, para produtos de baixo custo, não vale a pena. Mas para os objetos que, devido às suas dimensões ou características físicas, são mais complicados de vender, é uma boa opção a considerar.

Usamos cookies e outras ferramentas de análise que nos ajudam a entender como você usa nossa página e com isso criar uma experiência mais adaptada para nossos usuários. Ao selecionar "Aceitar", você esta de acordo com o uso de cookies. Mais informação.