Blog

Como faço para estudar medicina na Argentina?

30 Jul 2021 - Categoria: Blog /
estudar medicina na argentina

É o sonho de muitos estudantes brasileiros realizar o Ensino Superior fora do país. Para aqueles que desejam se tornar médicos, por exemplo, a dificuldade do vestibular para acessar universidades brasileiras públicas e o preço das universidades particulares são obstáculos, em alguns casos, intransponíveis. Por isso, é comum, por exemplo, perguntar-se como funciona o curso de medicina na Argentina, onde o custo de vida é muito mais acessível.

O Ensino Superior na Argentina é um dos mais atraentes e de melhor qualidade da América Latina, sendo o que mais atrai aspirantes a médico brasileiros. A Universidad de Buenos Aires, por exemplo, ocupa há sete anos o lugar de melhor universidade da iberoamérica (ou seja, América Latina mais Portugal e Espanha), e é a 69a a nível mundial, segundo o ranking de 2020 da QS, que avalia 1.673 universidades do mundo todo.

Outras instituições públicas que se destacam no ranking são a Universidad de la Plata e Universidad de Córdoba. Na lista da QS também estão universidades particulares, algumas inclusive melhor posicionadas que as públicas. A Universidad Católica Argentina, a Universidad de Palermo e Universidad Austral, por exemplo, são três instituições privadas que se posicionam inclusive acima da Universidad de la Plata e da de Córdoba no ranking mundial.

Com relação ao acesso, as vagas são ilimitadas no sistema argentino e, diferentemente de como ocorre no Brasil, ele não é feito por meio de vestibulares, mas, sim, por meio do CBC, o Ciclo Básico Comum.

Como o próprio nome já indica, o CBC é um conjunto de seis matérias básicas relacionadas ao curso que se quer fazer. Isto é, alunos de cursos de biológicas terão o mesmo ciclo básico, alunos de cursos de humanas, outro CBC, e alunos de exatas, um terceiro programa.

Quem é aprovado no CBC está automaticamente dentro da universidade, sem a necessidade de realizar vestibulares, pois é entendido que essa pessoa já dispõe das habilidades necessárias para acompanhar o resto do curso.

Neste caso, para quem for aprovado no CBC, o curso de medicina dura sete anos e exige que seja cumprido um período mínimo de seis meses de residência em um hospital.

O CBC pode ser cursado totalmente online. Entretanto, vale destacar que a inscrição deve ser feita presencialmente, em Buenos Aires, a capital argentina. Os períodos de inscrição costumam ocorrer entre fevereiro e março, junho e julho, e outubro e novembro.

Resumo

Documentos necessários

O único outro requisito para estudar medicina na Argentina é apresentar corretamente todos os documentos necessários. Estes devem ser analisados pelo governo argentino e pela universidade escolhida antes mesmo de começar a cursar o CBC, justamente para autorizar o início dos estudos.

O governo argentino exige a apresentação dos seguintes documentos:

  • Histórico escolar e certificado de conclusão do Ensino Médio;
  • RG OU passaporte (já que tanto Brasil quanto Argentina formam parte do Mercosul);
  • Carteira de vacinação;
  • Histórico de antecedentes criminais;
  • Comprovante de residência;
  • Certidão de nascimento.

Todos esses documentos precisam ser legalizados na Secretaria de Educação da Argentina ou, no caso do certificado de antecedentes criminais, na Polícia Federal. Eles também precisam estar apostilados — trâmite que pode ser feito em qualquer cartório —, ser traduzidos por um tradutor juramentado e legalizado no Colégio de Tradutores de Buenos Aires. Além disso, o diploma de conclusão do Ensino Médio deve ser convalidado no Ministério da Educação da Argentina.

No caso de menores de 18 anos, é preciso apresentar um certificado de emancipação.

Por fim, todos aqueles que querem estudar medicina na Argentina precisam apresentar um teste de proficiência em espanhol comprovando, no mínimo, um nível intermediário. A Argentina reconhece os sistemas de certificação DELE (Diploma de Español como Lengua Extranjera), SIELE (Servicio Internacional de Evaluación de la Lengua Española), CELU (Certificado de Español: Lengua y Uso), e CEI (Certificado de Español Intermediario).

Uma vez vivendo no país, deve-se emitir um certificado de domicílio e antecedentes penais na Argentina para apresentar na instituição de ensino correspondente.

Todas essas burocracias levam tempo e custam dinheiro. Por isso, se programe e não deixe para realizar os trâmites próximo das datas de inscrição e correr o risco de não ter todos os documentos necessários.

Revalidação do diploma de medicina da Argentina no Brasil

Por desinformação, um fator que pode desencorajar estudantes brasileiros de ir cursar medicina na Argentina é saber que cada país possui suas normas próprias, de modo que um diploma argentino não é, a priori, válido em território brasileiro. No entanto, é possível realizar a revalidação do diploma de medicina da Argentina no Brasil e exercer a profissão no país.

Para tanto é necessário realizar um exame. O principal é o Revalida, o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira. A prova tem como objetivo verificar os conhecimentos, habilidades e competências adquiridas de quem foi estudar medicina na Argentina, neste caso, e se elas se adequam às necessidades do SUS, o Sistema Único de Saúde.

Atualmente, o Revalida é feito em duas fases. A primeira custa R$330,00 e é teórica. São 110 perguntas de múltipla escolha e cinco perguntas discursivas. O conteúdo vai de clínica médica e cirurgia à medicina familiar e saúde mental.

Já a segunda fase custa R$3.300,00. A diferença no preço se dá pelo fato de que esta etapa é prática. São avaliadas as habilidades de comunicação, raciocínio clínico e tomada de decisões do candidato em áreas como ginecologia e obstetrícia, pediatria e medicina familiar ou comunitária.

Caso o candidato não seja aprovado na segunda fase, o resultado da primeira segue válido durante 12 meses.

Aprovando o Revalida, basta pedir a revalidação do diploma em alguma universidade pública brasileira e se inscrever no CRM, o Conselho Regional de Medicina, que autoriza exercer medicina no Brasil de forma legal.

Quanto custa estudar medicina na Argentina?

Como no Brasil, existem faculdades públicas e privadas. As públicas, como a UBA ou a Universidad de la Plata, são totalmente gratuitas, ficando sob responsabilidade do aluno comprar apenas os materiais e livros que for utilizar ao longo do curso, além das despesas pessoais de viver na Argentina. Estima-se que o custo de vida mensal no país, com aluguel e outras despesas (como transporte e alimentação), gire em torno dos R$2.500,00. A título de comparação, em São Paulo só o preço do aluguel pode sair por R$2.000,00.

No caso de instituições privadas, os custos variam. Na Universidad Católica Argentina, por exemplo, o custo de inscrição nos cursos costuma ser de R$500,00 e deve ser pago a cada ano. A mensalidade tem o mesmo preço. Assim, se o curso de Medicina dura seis anos na UCA, o preço total dos estudos ao longo dos sete anos é de R$9.000, aproximadamente.

A estes é preciso somar ainda o custo de vida no país. Já na Universidad Austral, só o preço de ingresso no curso de Medicina é de R$1.166,40, mas o pagamento é único.

Em ambos casos existe a possibilidade de pedir uma bolsa de estudos para estudar medicina. Existem diversas modalidades, a maior parte delas leva em consideração a situação financeira e as notas do Ensino Médio do estudante. Por exemplo, na Universidad Austral, dependendo da situação financeira, um aluno pode receber uma bolsa de até 80% das mensalidades desde que a média de suas notas durante o Ensino Médio seja igual ou superior a sete. Além disso, todas as universidades particulares contam com um sistema de financiamento.

Vale relembrar que os preços são reajustados anualmente e, portanto, devem ser consultados regularmente nos sites das universidades.

Se for o caso de sua família precisar enviar dinheiro mensalmente para ajudar com as despesas e os custos de morar e estudar em outro país, opte por serviços de envio de dinheiro, como a Small World, que garantem segurança e rapidez durante todo o processo.



Usamos cookies e outras ferramentas de análise que nos ajudam a entender como você usa nossa página e com isso criar uma experiência mais adaptada para nossos usuários. Ao selecionar "Aceitar", você esta de acordo com o uso de cookies. Mais informação.