Blog

5 curiosidades sobre a independência do Brasil!

16 Ago 2019 - Categoria: Cultura
independencia do Brasil

No dia 7 de setembro de 1822, D. Pedro I declarou, às margens do rio Ipiranga, em São Paulo, a Independência do Brasil. Foi a partir desta data, com o grito de “Independência ou morte!”, que este lindo país deixou de ser uma colônia de Portugal e passou a existir como nação.

​​​Desde bem pequenos os Brasileiros já aprendem nas escolas sobre o valor da liberdade e o sentido real do que é ser patriota. A nação que reconhece o dia da independência como um dos atos mais importantes da história, é educada desde muito cedo sobre o quanto é indispensável para a cultura e educação valorizar a história nacional. Agora, o que não está nos livros escolares são algumas curiosidades e descobertas sobre o que aconteceu a exatamente 194 anos atrás.

Vem com a gente descobrir 5 curiosidades sobre a independência do Brasil

Você sabia...

Que o “dia do Fico” ocorreu pelo fato da corte portuguesa tentar mandar D. Pedro para Portugal, com a intenção de recolonizar o Brasil. D. Pedro recebeu milhares de pedidos da população para permanecer no Brasil. No dia 9 de janeiro de 1822, ele confirma sua permanência dizendo: “Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico”.

A esposa de D.Pedro, Maria Leopoldina, supostamente foi a pessoa que lhe alertou sobre a suposta intenção de Portugal recolonizar o Brasil. E acabou enviando uma carta ao marido que estava em São Paulo, dizendo: “(…) Com o vosso apoio ou sem o vosso apoio ele (Brasil) fará a sua separação. O pomo está maduro, colhei-o já, senão apodrece (…)”.

O Brasil chegou a pagar 2 milhões de libras a Portugal pela Independência. D. Pedro não chegou a solicitar nenhuma possessão da coroa portuguesa – como ocorreu com alguns países,  no qual a elite preferiu  fazer parte do Império do Brasil para facilitar a entrada e saída de escravos.

O famoso quadro “Independência ou Morte”, que é conhecido historicamente como o retrato do exato momento da Proclamação da Independência. Na realidade foi pintado apenas em 1888, em Florença, na Itália, a pedido da Corte. O pintor, de Pedro Américo, que ainda não era nascido em 1822, exagerou em algumas coisas pra deixar o quadro mais pomposo.

O grito não aconteceu às margens do riacho do Ipiranga, como sugere o quadro e a letra do Hino Nacional. D.Pedro deu o grito de liberdade no alto da colina perto ao riacho, onde sua tropa esperava que ele se aliviasse de um mal-estar intestinal.

Sabendo dessas 5 curiosidades sobre a Independência do Brasil, aproveite para levantar sua bandeira e saia cantando: “Ouviram do Ipiranga as margens plácidas…”

Usamos cookies e outras ferramentas de análise que nos ajudam a entender como você usa nossa página e com isso criar uma experiência mais adaptada para nossos usuários. Ao selecionar "Aceitar", você esta de acordo com o uso de cookies. Mais informação.